Caminho dos Pastorinhos - um percurso obrigatório

Estava onde queria estar - Fátima, santuário, junto de Nossa Senhora - e estava como queria estar - com a alma cheia -, sentimento de peregrino. Mas havia mais tempo, mais dias neste time off a pé para Fátima. Depois da peregrinação e antes das cerimónias no santuário, foi altura de visitar e viver o Caminho dos Pastorinhos. Queria muito ir até lá. E fui. Fui eu, e alguns dos colegas peregrinos. Um percurso feito a pé entre Fátima (Santuário),Valinhos e Aljustrel.

O Caminho dos Pastorinhos integra a via sacra, através de monumentos identificativos e representativos das várias estações que compõe o percurso de Jesus a carregar a cruz. Fizemos o Verdadeiro exercício da via-sacra, estação a estação. Momentos de oração vividos e partilhados no plural. Também visitamos a capela de Santo Estevão do Calvário Húngaro que marca de forma feliz e imponente o fim da via-sacra. No percurso estão também distribuídas várias lápides com mensagens de Nossa Senhora, e dos Pastorinhos. Mensagens fortes, muitos fortes - 'Vês? Não devemos ter medo de nada! Aquela Senhora ajuda-nos sempre. É tão nossa amiga!' (Beata Jacinta), 'E tu? Sofres muito? Não desanimes. Eu nunca te deixarei. O meu Imaculado Coração será o teu refúgio e o caminho que te conduzirá até Deus.' (Nossa Senhora)-,...  

O percurso inserido em terrenos arborizados e monte, retrata o caminho que os pastorinhos faziam diariamente para dar alimento às ovelhas que os acompanhavam. E lá estão também identificados os locais onde apareceu o Anjo da Paz, primeira e segunda aparição. Paragens obrigatórias. PAZ! Depois, segui, seguimos a pé até mais à frente, fomos até Aljustrel, a 'aldeia dos pastorinhos'. Visitamos a casa de Lúcia, a casa de Francisco e Jacinta, e vivemos todo um percurso, um caminho, em oração, em tranquilidade e em paz, paz de espírito!
















   

Comentários