Mudar quando se consegue mudar. Mudar quando é a altura para mudar. Mudar quando faz sentido mudar, quando ‘se tem’ que mudar. Mudar de vida não é fácil, não é simples, não é automático, mas é possível, e é-o para todos! Todos os que querem e que acreditam que lhes faz bem, e lhes traz (ainda mais) o bem! Sim, ninguém muda para pior. Mudar é para melhor. Sempre.

– Quando? Qual a altura certa? Em que fase da vida? Com que idade? Há um cronómetro a contar e a definir o dia, o mês, o ano de mudança? – Perguntas várias, a questionar o mesmo, e o que ninguém sabe. Nunca. A mudança concretiza-se no momento certo, e no melhor de todos os momentos. E mesmo que algum dia consideres que já é (demasiado) tarde, há uma máxima que te contraria – nunca é tarde! -. Se esta máxima não for suficiente, uma segunda máxima reforça com o – mais vale tarde do que nunca! -, … E se mesmo assim, se ainda tiveres dúvidas, a Vida responde-te, e empurra-te de imediato para a mudança com o – nunca irás saber sem o fazer -. Fi-lo, mudei de vida, com todas estas questões e dúvidas. Não sei se foi tarde, ou não (ainda), mas jamais queria ficar sem o fazer. Isso nunca!

 

 

 

Deixe uma resposta