Fui até à região centro do ‘nosso Portugal’! Resolvi fazer um time off pela região do Dão-Lafões, e parei num dos mais bonitos e secretos miradouros da simpática vila de Castro Daire. O Miradouro de Castro Daire! Um dia frio de inverno, mas um sol maravilhoso para iluminar a paisagem. E ajudar nas fotos. Sempre.

Depois de sair da vila, em direção a Viseu, e na mítica EN 2, passados cerca de 2 km, a sinalização aparecia. O miradouro, localizado na estrada de ligação, entre duas localidades, Ribolhos a Vale de Carvalho, estava a 2,5 km. Estrada secundária, calceta, ambiente rural. São passeios para se fazer devagar, e bem. O carro foi até lá. Chego, e tenho à minha espera dois bancos em madeira, e toda uma vista. Tudo para mim! Desafogada, concentra campos, serras, montanhas, vales, e a vila. Castro Daire.

A uma altitude de cerca de 500 m, consegui ver e perceber a distribuição da vila. A zona mais antiga, a zona mais recente, a sua expansão, e o território em que está inserida. Várias povoações à volta. Identifiquei algumas Igrejas, identifiquei riachos, estradas de ligação …

Fiquei sentada no banco durante vários minutos. Desfrutei da vista, e escrutinei ao máximo o que vi. Estava segura, com a melhor companhia (a MÃE Natureza), e com a melhor das vistas. Gosto de miradouros. Muito!

Deixe uma resposta