E lá fui eu à conquista do Castelo dos Mouros. E não foi, não é, uma conquista qualquer. É que a Serra de Sintra, onde se localiza o castelo está classificada pela UNESCO como Paisagem Cultural – Património da Humanidade, outro ‘campeonato’ (risos)! Um valor paisagístico incondicional da vila de Sintra, e do país. Um time off com expectativas elevadas, está claro.

Estava um dia pouco convidativo a passeios, a visitas, mas fui. Da estrada, do acesso até à entrada foram cerca de 10 minutos a pé. Uma caminhada fresca e verde. Serra! E foi também o primeiro encontro com muralhas, as exteriores, da segunda cintura. Entrei no castelo e fiquei logo com a sensação que estava conquistado (risos)! Segui para a praça de armas, o espaço mais amplo e central do castelo, e comecei a fotografar, a olhar em volta. Vi toda uma área cercada por muralhas, que de onde a onde se erguiam para o céu. Torres!

O castelo apresenta cinco torres. E foi para lá que fui. Subi escadas e rampas, circulei as muralhas e entrei nas torres. Desfrutei da vista panorâmica sobre Sintra. Identifiquei vários pontos de interesse para outras visitas, time (s) off. Vi ao longe a costa atlântica, e mais próximo, o Palácio da Pena. Tanto para ver, tanto para explorar!

A fortificação está numa posição estratégica, num ponto bem superior da serra, por isso, o que tem de espetacular, e tem, em alguns ‘cantos’, também tem de assustador. Vertigens! Mas aí, foi fácil, recuei e andei pelo espaço interior. Protegido e preenchido com muito arvoredo foi uma ‘bomba’ de oxigénio para continuar a conquista …

 

Deixe uma resposta